00 : 00 : 00
NÃO PERCA TEMPO!

Em suma, esse ensaio tem como objetivos, além de uma crítica às atuais contribuições (ou falta delas) da Psicologia para com a área do trânsito, a problematização da relação entre sujeito humano e máquina - mais especificamente o carro, os processos de subjetivação derivados dessa relação e suas consequências para o trânsito. Diante do atual cenário tecnológico, já não me parece mais possível discernir “onde termina o humano e onde começa a máquina?” Ou ainda: “onde termina a máquina e onde começa o humano?”. A existência do ciborgue não nos intima a questionar sobre a natureza das máquinas, mas sim sobre a natureza do humano: afinal, quem somos nós?

E-book em formato PDF.

TEMAS ABORDADOS

  • DANDO A PARTIDA - Capítulo introdutório que explica as pretensões do ensaio.
  • SUBJETIVAÇÃO EM LINHA DE MONTAGEM - Capítulo fala sobre a mecanização do humano, tanto no sentido físico quanto social, a ponto de fazer com que os robôs não nos invejem mais.
  • O CARRO E A PRODUÇÃO DE SUBJETIVIDADE - O carro, por sua vez, se torna cada vez mais humanizado, sobretudo com o advento da robótica e da inteligência artificial.
  • RECALCULANDO ROTAS - À Psicologia resta refletir sobre as suas atuais contribuições e adequar-se às atuais realidades do nosso trânsito.
Privacy Your information is 100% secure
Safe purchase Secure and authenticated environment
Delivery via E-mail Access to product delivered by email
Approved content 100% reviewed and approved

RELAÇÃO HOMEM X CARRO

Honorio Nozaki
Honorio Nozaki

"Excelente Profissional sempre à frente informando as tendências do Mundo automobilístico."

Josiane Dal'carobo
Josiane Dal'carobo

"Grande colunista! O Rodrigo traz questões do trânsito na conteporaneidade como ninguém! Parabéns!"

Maria Ilsi Rodrigues
Maria Ilsi Rodrigues

"Amei!"

Dias de garantia 7



Se em até 7 dias você não gostar da leitura, devolvemos o seu dinheiro!


SEJA UM AFILIADO E RECEBA COMISSÕES POR SUAS VENDAS!
SAIBA COMO CLICANDO AQUI

afiliados $$$